Pesquisar no Blog
Comportamento Cuidados Dicas Para Tutores

Verão intenso: tosar ou não tosar o pet?

O calor continua intenso e você ainda não decidiu se deve tosar os pelos do seu pet? Então, saiba que devemos ficar bem de olho para não deixar o cão passar mal com as altas temperaturas. Já contamos para você os diversos cuidados que é preciso ter com o peludo no verão. No entanto, a tosa é uma questão bem importante. Antes de decidir, é preciso saber os cuidados que é preciso ter antes de tosar o pet!

Já está na hora de tosar o pet?

Primeiro, saiba que todas as raças de cachorros podem ser tosadas, desde que respeitadas as suas particularidades. “Devemos sempre nos alertar sobre o momento certo de tosar nosso pet e quando estamos fazendo isso apenas pelo nosso conforto”, explica a médica veterinária Camila Marques.

O pelo do animal tem uma finalidade importante para a regulação da temperatura corporal, proteção da pele e até para o reconhecimento e a reprodução da espécie. Antes de tomar uma decisão, pesquise sobre a raça do seu pet.

Calor de matar

No verão, época em que as temperaturas podem ser altíssimas, os cachorros podem manifestar sinais como língua de fora, salivação excessiva, agitação, deitar de barriga em lugares frescos e nas sombras. Se o seu pet demostrar este comportamento, ele está pedindo ajuda. Está calor, sim!

tosar o pet
Preste atenção aos sinais de que seu peludo está com muito calor.

A tosa higiênica, que é feita na barriga, patas e regiões “íntimas”, pode ser uma boa opção para dar uma refrescada nos cães. Outra alternativa é uma tosa completa com uma lâmina mais baixa, para que possam se sentir mais confortáveis nessa estação.

Quando não tosar?

Apesar de todas as raças poderem ser tosadas, os pets idosos e especiais (cardíacos, ansiosos ou que tenham problemas na coluna) podem demonstrar desconforto, medo ou alguma instabilidade física, colocando em risco a saúde. Nestes casos, devido ao estresse, não se recomenda a tosa sem a recomendação de um veterinário.

tosar o pet
Os peludos idosos podem sofrer de estresse durante a tosa.

Os pets com dermatites também devem evitar, para não ocorrer a piora do quadro!

Pelagem dupla

 Algumas raças como Pastor Shetland, Border Collie, São Bernardo, Samoieda, Bernese Montanhês e Husky Siberiano possuem a chamada “pelagem dupla”. Trata-se de uma subcamada de pelo mais curta, próxima ao corpo, localizada abaixo da camada de pelos fofa que é visível.

tosar o pet
O Husky Siberiano é um dos exemplos de cães que apresentam uma “pelagem dupla”.

Essas duas pelagens tem uma função especial: combinadas, criam uma espécie de camada de ar que protegem o animal do calor e do frio extremos.  Esta proteção promove a manutenção térmica e, por isso, os tutores destes animais devem evitar tosa-los por completo.

Agora, se optarem por tosar o pet, devem garantir a proteção adequada no calor e no frio. Isso porque eles ficam mais expostos, não poderão tomar sol quando estiverem tosados e nem ficar ao relento durante as horas mais frias. É preciso cuidado redobrado!

Gostou das nossas dicas? Compartilhe com os seus amigos!

 

Confira também: 3 erros que muitos donos cometem ao passear com o pet no verão.

Nenhum comentário encontrado.

Deixe Seu Comentário