Pesquisar no Blog
Alimentação Clientes Cuidados

Obesidade em pets também é doença. Saiba o que fazer!

A obesidade canina é um problema que está cada vez mais frequente. Além de fazer muito mal à saúde, o cão gordinho é menos ativo, pode não gostar muito de passear, desenvolver problemas cardíacos, respiratórios e sobrecarregar as articulações. Se você quer evitar que seu amigão fique gordinho ou mudar a rotina do pet, aqui vão algumas dicas que podem ser adaptadas ao estilo de vida de qualquer pet:

Procure orientação de um médico-veterinário ou nutricionista veterinário. Este é o profissional mais indicado dizer o peso ideal do peludo e o tipo de alimentação mais indicado para que ele esteja saudável.

1. Leve o pet para fazer exercícios regularmente. Passeios diários com, pelo menos, 30 minutos vão ajudar a evitar o ganho de peso, mantendo o seu pet mais ativo. No entanto, animais que têm limitações físicas, devem fazer exercícios somente com orientação do veterinário.

2. Escolha uma uma alimentação mais light. Com a indicação de um veterinário, seu cão poderá comer rações menos calóricas ou uma alimentação natural (AN) balanceada.

3. Fracione a comida em duas ou três porções ao dia para que o peludo possa comer a quantidade suficiente para deixá-lo nutrido e sem passar fome.

4. Não dê petiscos e outros alimentos fora da dieta. Fique de olho: alguns petiscos podem ser bem gordurosos e atrapalhar na dieta.

5. Incentive o pet a se movimentar. Escolha um brinquedo que o seu pet goste para motivar ele a se mexer. O importante é não ficar parado!

 

Nenhum comentário encontrado.

Deixe Seu Comentário